Após fechar Acessa SP no Caic, Governo do Estado determina fim da unidade da Biblioteca

Um mês após comunicar o fechamento do Acessa SP localizado no Caic Professor João Teixeira, no Jardim Independência, a Coordenadoria de Serviços ao Cidadão, do Governo do Estado de São Paulo, informa agora que será desativada a unidade que funciona na Biblioteca Municipal, no Centro.

O principal fator que levou o governo estadual a tomar a medida, assim como no caso do Jardim Independência, foi alta taxa média de ociosidade do posto, no último trimestre de 2016, que ficou em 98,76%. Ou seja, fica quase todo o tempo vazio.

A Coordenadoria reforçou que “o uso dos postos do Programa Acessa São Paulo vem caindo, frente à modernização da tecnologia da informação e comunicação”. E que, de acordo com pesquisa do Comitê Gestor da Internet, foi verificado que 89% dos usuários da rede no Brasil utilizam smartphones para acessá-la dentro de seus próprios domicílios.

“O Programa Acessa São Paulo cumpriu plenamente seus objetivos em seus 16 anos de funcionamento e precisa, frente às novas demandas da sociedade, passar por uma reestruturação”, continua o ofício, assinado por José Valter da Silva Júnior, coordenador de Serviços ao Cidadão.

A desativação ocorrerá dentro de 15 dias e a Prefeitura deverá ficar com os equipamentos e mobiliários instalados no posto. O prefeito Rômulo Rippa anunciou que estuda manter com recursos próprios do município alguns computadores e equipamentos operando no local, oferecendo o mesmo serviço ao cidadão.

Histórico

O primeiro posto do Acessa SP em Porto Ferreira foi inaugurado em janeiro de 2010, no prédio da Biblioteca. Sua instalação foi um pedido do então vereador Rômulo Rippa junto ao então secretário de Gestão Pública do Estado de São Paulo, Sidney Beraldo.

Tão logo foi inaugurado o primeiro posto, o então vereador Luiz Antônio de Moraes, o Maguila, com apoio da Câmara, fez pedido de um novo Acessa SP, que foi inaugurado em setembro de 2013, no Caic do Jardim Independência.