Porto Ferreira Online

O homem que fugiu da Polícia Militar e provocou um acidente que matou uma universitária de 22 anos, em São João da Boa Vista (SP), alegou que desrespeitou a ordem de parada porque havia consumido bebida alcóolica e drogas, segundo o delegado Ivan Constâncio.

Jhennifer Vitória Ribeiro morreu após ser artingida pela moto dele, na sexta-feira (17), na Avenida Dona Gertrudes. A identidade do homem não foi divulgada e o g1 não conseguiu localizar da defesa dele.

Incialmente, o caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Contudo, na audiência de custódia, foi decretada prisão preventiva pelo crime de homicídio com dolo eventual, quando a pessoa assume o risco de matar. A pena para o crime varia de 6 a 20 anos de prisão.

Segundo a Polícia Civil, o homem, que já tinha passagem na polícia por tráfico de drogas, foi levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Casa Branca.

Segundo a Polícia Militar, por volta de 0h10, policiais tentaram abordar um homem em uma moto na Avenida Dona Gertrudes.

Ele não obedeceu a ordem de parada e uma perseguição se iniciou.

O motociclista desceu a Rua General Osório e atingiu a moto de Jhennifer, que passava no cruzamento com a Avenida Ademar de Barros. 

O causador do acidente sofreu lesões leves e fraturou o braço. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)

prestou atendimento e ele foi liberado em seguida.



Jhennifer Vitória Ribeiro, de 22 anos, morreu após ser atingida por moto perseguida pela PM em São João da Boa Vista — Foto: Reprodução/Instagram

Luto

Mãe, namorado e amigos postaram homenagens para a estudante nas redes sociais. "Hoje Deus recolheu você de mim,

te amarei pra sempre! Luto!!!", escreveu Josiane Amaral, mãe da estudante.

O namorado dela, Vinicius Rapelli, também postou uma mensagem de despedida com uma série de fotos de momentos dos dois juntos.

"Só tenho a agradecer tudo que fez por mim nesses anos que ficamos juntos, sou grato eternamente pelo ensinamento e aprendizado que

você me ensinou, peço a Deus que tudo fique bem, você foi a mulher da minha vida, minha companheira das horas ruins e boas! Te amarei

eternamente obrigado por tudo um dia agente se encontra!!!! Minha mulher meu amor eterno minha estrelinha", escreveu.

Jhennifer era estudante do quinto semestre de pedagogia no Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino (Unifae).

A universidade lamentou a morte e prestou uma homenagem à jovem por meio de uma publicação na página do curso.


Por g1 São Carlos e Araraquara

Maxxi Mix Conveniência Café
Maxxi Mix Conveniência Café
Loja do Bras
Loja do Bras
Edna Cabelereira
Edna Cabelereira
Capital Z Restaurante e Choperia
Capital Z Restaurante e Choperia
Independência Lanchonete
Independência Lanchonete
Tulha - Bar e Creperia
Tulha - Bar e Creperia
Ótica Central
Ótica Central
SubWay e Dona Gula 2
SubWay e Dona Gula 2